O Távora
Pesquisa

ECO-AULAS – EDUCAÇÃO AMBIENTAL
Por Valdir Teixeira (Professor), em 2015/01/052736 leram | 0 comentários | 476 gostam
Em Outubro na Escola a RESINORTE, entidade responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de triagem, recolha, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos do Norte Central, em que se inclui o Vale do Ave, realizou ECO-AULAS.
Na última semana de Outubro no Agrupamento de escolas Fernando Távora a RESINORTE, entidade responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de triagem, recolha, valorização e tratamento de resíduos sólidos urbanos do Norte Central, em que se inclui o Vale do Ave, realizou ECO-AULAS com o objetivo de alertar os mais jovens para a problemática dos resíduos sólidos urbanos, reforçando, também, a necessidade de reduzir, reutilizar e reciclar os materiais presentes nos mesmos.
Com a implementação deste plano de comunicação, a RESINORTE e a Escola pretenderam dar desenvolvimento a ações de sensibilização e educação ambiental, promovendo a separação multimaterial e o incentivo da população escolar para a correta separação e valorização dos resíduos sólidos urbanos.
Partilharam connosco as suas políticas e compromissos, os seus valores. Enfatizaram que pequenos gestos e hábitos diários podem fazer toda a diferença para um meio ambiente mais saudável e sustentável.
Deixaram-nos alguns e substantivos conselhos/indicações para que consigamos levar a cabo esta missão do tratamento dos resíduos urbanos contribuindo, deste modo, para o desenvolvimento da nossa região e para o nosso bem-estar.
REDUZA: utilize sacos de pano ou de rede nas suas compras em vez dos tradicionais sacos plásticos ou de papel. Prefira produtos com recarga: a utilização de recargas poupa matéria-prima e diminui nos resíduos produzidos. Compre produtos reciclados, biodegradáveis ou recarregáveis, sempre que possível. Consuma produtos em garrafas de vidro pois estas são facilmente recicladas, optando por garrafas com depósito em vez de tara perdida. Na cozinha use panos em detrimento das toalhas de papel. Opte por papel reciclado, sempre que possível. Recuse folhetos publicitários que não sejam de seu interesse (incluindo na sua caixa de correio). Regue as plantas à noite. Desligue o ar condicionado uma hora antes de sair do trabalho. Evite deixar aparelhos em stand by.
REUTILIZE: pode oferecer a roupa que já não usa a instituições e a quem precisa ou, no caso de já não estar em condições, transformá-la em panos. Os frascos vazios podem servir para guardar parafusos, pregos, botões, moedas, ou mesmo como porta lápis ou jarra de flores. Aproveite os sacos de plástico das compras para colocar os resíduos indiferenciados e desta forma está a poupar dinheiro na compra de sacos para o lixo.
RECICLE: separe os resíduos e coloque-os no ecoponto mais perto de si. Sempre que tenha dúvidas consulte a informação disponível nos próprios ecopontos. Coloque as pilhas nos pilhões e nunca no contentor dos resíduos indiferenciados. Não abandone mobiliário, colchões ou outros "monstros domésticos" na via pública. Contacte a sua junta de freguesia ou ligue para a Linha Verde da autarquia. Faça compostagem doméstica. Utilize o lixo orgânico para fazer adubo para o seu jardim ou horta, evitando os compostos químicos. Quando uma lâmpada fluorescente se funde, pode entregá-la, sem qualquer custo, no estabelecimento onde vai comprar a nova. Evite deitar estas lâmpadas no lixo e, muito menos, no vidrão.
Nunca esqueça como deve fazer a separação dos resíduos: ECOPONTO VERDE – VIDRO --- ECOPONTO AMARELO - PLÁSTICO / METAL / EMBALAGENS --- ECOPONTO AZUL - PAPEL / CARTÃO --- ECOPONTO VERMELHO – PILHAS.
Ao seguirmos estes conselhos o Meio Ambiente agradecerá e todos viveremos mais saudáveis e felizes.


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe