O Távora
Pesquisa

Internet - informar para consciencializar
Por Valdir Teixeira (Professor), em 2014/04/11998 leram | 0 comentários | 211 gostam
O Gabinete de Apoio à Família e ao Aluno (GAAF), promoveu várias sessões de sensibilização em todas as turmas, dinamizadas pela PSP de Guimarães, mais especificamente pelos Agentes João Ricardo Castro e Domingos Pires Alves, Sobre INTERNET.
O Agrupamento de Escolas Fernando Távora, através do seu Gabinete de Apoio à Família e ao Aluno (GAAF), promoveu várias sessões de sensibilização a todas as turmas, dinamizadas pela PSP de Guimarães, mais especificamente pelos Agentes João Ricardo Castro e Domingos Pires Alves, Sobre INTERNET.
      Esta ação desenvolveu-se nos dias 17, 19, 20, 21 e 25 de março, num total de 12 sessões e teve como objetivo primordial alertar os jovens para os perigos da internet e salientar a importância das crianças e adolescentes serem orientados na sua “navegação” para que aprendam a lidar com as situações que se lhes deparem.

     O fenómeno da Internet é, sem dúvida, algo de muito positivo, uma vez que nos abre as portas da informação global, de uma forma que não sonharíamos há alguns anos atrás. No entanto, quando uma porta como esta se abre, é natural, tal como nas mais variadas “novidades” que temos vindo a conhecer, que algumas coisas negativas por ela entrem. E, se algumas delas não terão uma importância digna de registo, outras porém, requerem alguns cuidados por parte das mais várias instituições: família, escola, forças de segurança, entre outras.
Certo é que nem sempre é tarefa fácil distinguir entre aquilo que é, ou não, perigoso/ilegal, desde sites de pornografia, até aos próprios downloads de vídeos, musicas, jogos, etc. O perigo pode estar ao alcance de um clique e surgir simplesmente através de uma conversa aparentemente inocente tida num programa de conversa à distância promovida pelas tão famosas salas de conversações: o “chat”.
       Por todas estas razões convém que crianças, jovens e adolescentes (consumidores ativos desta tecnologia) sejam orientados na sua “navegação” para que passem de simples recetores passivos a consumidores ativos, responsáveis e ponderados.
       A Comunidade Educativa agradece o contributo dado pelos agentes da PSP de Guimarães que de forma substantiva ajudaram a formar cibernautas mais informados, mais conscientes e mais competentes.

Responsável GAAF - Mónica Varejão


Comentários

Escreva o seu Comentário
 




Top Artigos: Amor de Mãe